-
-

2.28.2008

Raikkonen minimiza favoritismo da Ferrari

O finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, minimizou, nesta quinta-feira, o favoritismo apontado por especialistas e pilotos da Fórmula 1. Ainda segundo ele, a McLaren estará muito forte nesta temporada.

“Não sei se somos favoritos. Acho que temos um bom conjunto, porém, não sabemos como os outros estão e só veremos isto na estréia, em Melbourne, na Austrália. Estou muito feliz com os resultados dos testes da pré-temporada. Acho que a McLaren estará muito forte neste ano, vamos ver nas corridas”, disse o finlandês.

No último dia de testes em Barcelona, o atual campeão da Fórmula 1 teve um desempenho modesto, e terminou na nona colocação. O italiano Jarno Trulli, da Toyota, conquistou o melhor tempo, e foi 1,1 segundo mais rápido Raikkonen .

fonte e créditos:f1naweb

2.27.2008

Bernie: 'Kimi é melhor quando está bêbado'


Chefão da Fórmula 1 diz que hábitos do finlandês fora das pistas não têm nada de errado
Após provocar polêmica na semana passada ao defender a ditadura, Bernie Ecclestone volta a tumultuar o mundo da Fórmula 1. Desta vez, o chefão da categoria, em entrevista ao tablóide inglês "Daily Mirror, falou sobre o conhecido gosto de Kimi Raikkonen pela bebida. O inglês disse que o finlandês, atual campeão do mundo, é melhor quando está alcoolizado.

"Ele fica ainda melhor quando está bêbado. Não existe nada de errado com isso. Ele não envergonha as pessoas e as faz dizer: "Meu Deus, ele não deveria estar fazendo isso"

Ecclestone defendeu a reputação de Raikkonen, de 28 anos, cujos hábitos lembram muito os de James Hunt, campeão da Fórmula 1 em 1976. O inglês, que venceu o campeonato pela McLaren, era conhecido como o maior playboy da categoria. Ele gostava de acelerar nas pistas e curtir a vida fora delas.

- Todas as vezes em que saí para jantar com Raikkonen, ele estava tão bom quanto ouro. E ele fica ainda melhor quando está bêbado. Não existe nada de errado com isso. Ele não envergonha as pessoas e as faz dizer: "Meu Deus, ele não deveria estar fazendo isso" - diz Ecclestone.

Ecclestone também disse que o atual campeão do mundo será o piloto a ser batido em 2008. Raikkonen venceu em 2007 após uma grande reação na segunda metade do ano.

- E acho que todos terão muito trabalho para batê-lo.

fonte e créditos:globoesporte.com

2.26.2008

kimi Raikkonen é 3º no segundo dia de testes em Barcelona

Mais uma vez a Ferrari é superada pela McLaren nos ensaios da pré Temporada em Barcelona.O atual campeão Kimi Raikkonen foi o 3º mais rápido ficando 0s488 atras da dupla da McLaren.E seu companheiro de equipe Felipe Massa ficou com o quinto melhor tempo do dia sendo superado pelo alemão Nico Rosberg da Willians.


1 Lewis Hamilton ING McLaren-Mercedes 1m21s234 81
2 Heikki Kovalainen FIN McLaren-Mercedes 1m21s434 68
3 Kimi Raikkonen FIN Ferrari 1m21s722 72
4 Nico Rosberg ALE Williams-Toyota 1m22s309 75
5 Felipe Massa BRA Ferrari 1m22s513 102
6 Giancarlo Fisichella ITA Force India-Ferrari 1m22s516 102
7 Sebastian Vettel ALE RBR-Renault 1m22s558 109
8 Robert Kubica POL BMW Sauber 1m22s625 94
9 Jenson Button ING Honda 1m22s659 67
10 Vitantonio Liuzzi ITA Force India-Ferrari 1m22s942 89
11 Kazuki Nakajima JAP Williams-Toyota 1m22s977 100
12 Jarno Trulli ITA Toyota 1m23s023 98
13 Fernando Alonso ESP Renault 1m23s112 77
14 Rubens Barrichello BRA Honda 1m23s169 74
15 Nick Heidfeld ALE BMW Sauber 1m23s284 77
16 Sebastien Bourdais FRA STR-Ferrari 1m23s323 98
17 Mark Webber AUS RBR-Renault 1m23s458 58
18 Nelsinho Piquet BRA Renault 1m23s467 45
19 Timo Glock ALE Toyota 1m23s561 80

créditos:globoesporte.com

2.25.2008

Barcelona:Kimi faz o segundo tempo mas supera SchummY

Lewis Hamilton foi o melhor no primeiro dia de testes da Fórmula 1 em Barcelona, na Espanha. O inglês marcou o tempo de 1m22s276, apenas 0s043 à frente de Kimi Raikkonen, da Ferrari, o segundo mais rápido do dia. Michael Schumacher, que testa no lugar de Felipe Massa, ficou em terceiro.

As condições do tempo na parte da tarde melhoraram muito, após um início molhado nesta segunda. Com isso, as equipes puderam trabalhar no acerto dos carros para o GP da Austrália, corrida inaugural da temporada, no dia 16 de março. Kazuki Nakajima, com a surpreendente Williams, manteve a rotina de bons resultados e ficou com o quarto tempo. Heikki Kovalainen, companheiro de Hamilton, foi o quinto colocado.

Após ser o segundo melhor da manhã, Nelsinho Piquet marcou apenas o 14º tempo, sete posições atrás de Fernando Alonso, seu companheiro na Renault. O brasileiro teve problemas ao tocar a parede dos boxes com seu R28. Com o erro, ele perdeu algum tempo nos boxes até os mecânicos repararem seu carro.


1 Lewis Hamilton ING McLaren-Mercedes 1m22s276 78
2 Kimi Raikkonen FIN Ferrari 1m22s319 82
3 Michael Schumacher ALE Ferrari 1m22s428 83
4 Kazuki Nakajima JAP Williams-Toyota 1m22s724 54
5 Heikki Kovalainen FIN McLaren-Mercedes 1m22s852 71
6 Nico Rosberg ALE Williams-Toyota 1m22s974 108
7 Fernando Alonso ESP Renault 1m23s021 79
8 Nick Heidfeld ALE BMW Sauber 1m23s075 75
9 Mark Webber AUS RBR-Renault 1m23s091 62
10 Sebastian Vettel ALE STR-Ferrari 1m23s115 71
11 Adrian Sutil ALE Force India-Ferrari 1m23s188 95
12 Christian Klien AUT BMW Sauber 1m23s239 43
13 Vitantonio Liuzzi ITA Force India-Ferrari 1m23s270 70
14 Nelsinho Piquet BRA Renault 1m23s442 42
15 Timo Glock ALE Toyota 1m23s609 86
16 Kamui Kobayashi JAP Toyota 1m23s880 29
17 Rubens Barrichello BRA Honda 1m24s460 115
18 Alexander Wurz AUT Honda 1m24s667 109
19 David Coulthard ESC RBR-Renault 1m24s826


fonte e créditos:globoesporte.com

2.22.2008

Kimi e Schummy juntos em Barcelona

A última sessão de testes coletivos de pré-temporada, agendada para a próxima semana em Barcelona, pode ter uma atração especial.

O heptacampeão Michael Schumacher deve fazer sua estréia com a F2008 na segunda-feira (25), ao lado do atual campeão Kimi Raikkonen, utilizando a configuração aerodinâmica pronta para o Gp da Austrália, que abre a temporada, informou o site " F1-Live".

Esta será a primeira vez que os dois irão correr no mesmo dia durante os ensaios.

Nos testes anteriores, Schumi andou ao lado de Felipe Massa, e Kimi sempre apareceu nos dias seguintes. Desta vez, a situação se inverte, e Massa assume o posto do alemão nos dois dias restantes.

Michael volta ao cockpit da escuderia italiana depois ter sido confirmado, em janeiro, como terceiro piloto ferrarista. Ele participou de duas sessões em novembro e dezembro, correndo em Jerez de la Frontera e no mesmo circuito de Montmeló que o recebe na segunda.

Antes de Schumacher chegar a Barcelona, entretanto, Massa e Luca Badoer conduzem hoje uma simulação completa de corrida. A equipe está sozinha no circuito catalão.

fonte e créditos:warnup

2.18.2008

Kimi: 'Não quero ser o mais velho da F-1'


Finlandês da Ferrari diz que vai parar de correr no dia em que não sentir mais prazer
Kimi Raikkonen, piloto da Ferrari e atual campeão mundial da Fórmula 1, fez revelações sobre seu futuro no esporte. Em entrevista à TV italiana "Sky", o finlandês disse que não quer se tornar o piloto mais velho da categoria. Para ele, o importante nas corridas é se divertir e vai parar no dia em que isso não ocorrer.

- Certamente não quero ser o piloto mais velho da Formula 1. Antes disso, vou parar. Quero conseguir bons resultados e vencer o maior número possível de corridas e Mundiais. Não corro atrás de recordes de outros pilotos ou de ficar na F-1 mais do que qualquer outro. Continuarei correndo enquanto me divertir, enquanto for uma experiência boa e me der prazer - afirma.
O finlandês aproveitou a entrevista para fazer um balanço de sua carreira. Ele considera que a temporada na Ferrari foi a melhor de sua carreira, tanto dentro como fora das pistas.

"Não saberia responder se eu agrado a todo mundo. Não é algo que desperte o meu interesse. Ninguém consegue agradar a todos, portanto faço o que quero e se não agrado, paciência. Não é um problema meu"

- Foi uma temporada mais do que positiva para a equipe. Sentia-me bem na Sauber. Lodo depois fui para a McLaren, onde fiquei vários anos. Foi um bom período, embora esperássemos resultados melhores. Por fim, parei na Ferrari. Até agora, foi a melhor chance de minha vida. Venci seis corridas e o Mundial. Faço o que gosto e trabalhamos bem como equipe. É sem dúvida a melhor experiência que tive na Formula 1 - diz Raikkonen.

Raikkonen também falou sobre seu relacionamento com Luca di Montezemolo, presidente da Ferrari. Além disso, o finlandês disse que não se preocupa com política. Ele não se importa em agradar às pessoas que estão à sua volta.

- É uma pessoa fácil de lidar. Sabe ser duro quando necessário, mas é também muito amigável e justo com todos. É muito gentil, como todos na Ferrari. Mas não saberia responder se eu agrado a todo mundo. Não é algo que desperte o meu interesse. Ninguém consegue agradar a todos, portanto faço o que quero e se não agrado, paciência. Não é um problema meu.

créditos:globoesporte.com

Raikkonen não estará na entrega do Laureus


Campeão mundial da Fórmula 1 em 2007 foi indicado ao prêmio de esportista de 2007
Kimi Raikkonen, campeão mundial da Fórmula 1 em 2007, não vai comparecer à entrega do Prêmio Laureus, que será realizada em São Petersburgo, na Rússia. O finlandês da Ferrari concorre contra Roger Federer (tênis), Tiger Woods (golfe), Michael Phelps (natação), Kaká (futebol) e Tyson Gay (atletismo) na categoria de esportista mundial do ano.

A Ferrari, equipe de Kimi Raikkonen, briga pelo prêmio Laureus de melhor equipe contra Milan (futebol), Austrália (críquete), Alemanha (futebol feminino), Iraque (futebol) e África do Sul (rúgbi)

Lewis Hamilton, por sua vez, estará presente à cerimônia, onde concorre ao prêmio de revelação do ano contra Alberto Contador (ciclismo), Novak Djokovic (tênis), Casey Stoner (MotoGP), Tyson Gay (atletismo) e Oscar Pistorius (atleta paraolímpico). O inglês da McLaren já se encontra em São Petersburgo, de acordo com os organizadores do Laureus.

A Ferrari, equipe de Kimi Raikkonen, briga pelo Laureus de melhor equipe. O time concorre contra Milan (futebol), Austrália (críquete), Alemanha (futebol feminino), Iraque (futebol) e África do Sul (rúgbi).

créditos:globoesporte.com

2.16.2008

Ferrari vive fase magnífica dentro e fora das pistas

Bem como se tem apresentado nas pistas, sendo a principal candidata ao título da temporada 2008, a Ferrari também ostenta uma boa fase que se reflete em termos financeiros.

De acordo com um uma nota divulgada pela montadora Fiat, os carros da Ferrari renderam 496 milhões de euros em vendas no último quadrimestre, com um lucro de 196 milhões de euros. Um aumento de 20% em relação ao período anterior.

Além disso, na Fórmula 1 os ganhos também foram significativos. Por ter vencido os Campeonatos de Piloto e Construtores de 2007, a escuderia de Maranello faturou U$ 100 milhões. Sendo também que recebeu um pagamento extra por se comprometer com a categoria e desistir de participar de um campeonato paralelo, há alguns anos. A soma de todas estas receitas é a maior já recebida por uma equipe.

fonte e créditos:f1naweb.com

2.14.2008

Trulli: 'Ferrari é meio segundo mais rápida'


Italiano da Toyota está assombrado com desempenho dos rivais nesta pré-temporada
Após duas sessões de três dias de testes junto com a Ferrari no Bahrein, Jarno Trulli, da Toyota, ficou assombrado com o desempenho dos carros vermelhos. Para o italiano, a diferença para o rival mais próximo - a McLaren - é de pelo menos meio segundo. Ele ficou surpreso com a adaptação da equipe ao F2008 e à nova regra que limita as ajudas eletrônicas aos pilotos, que não têm mais o controle de tração.

- Na minha opinião, a Ferrari é pelo menos meio segundo mais rápida que o resto das equipes, inclusive a McLaren. Quem vê o desempenho deles na pista fica desanimado. O ritmo deles é desconcertante: freiam e aceleram onde querem, enquanto tenho de dosar o pedal - diz Trulli, em entrevista à revista italiana "Autosprint".

Trulli, inclusive, afasta a possibilidade de Fernando Alonso de brigar pelo título. Para o italiano, as chances da Renault são as mesmas da Toyota. Ou seja, elas vão brigar, no máximo, para subir ao pódio em algumas corridas


"Para mim, a temporada 2008 terminou antes mesmo de começar. A Ferrari está muito à frente"
Jarno Trulli, piloto da Toyota

- Para mim, a temporada 2008 terminou antes mesmo de começar. A Ferrari está muito à frente. Nosso carro melhorou muito em relação ao de 2007, e vamos conseguir lutar contra rivais como BMW Sauber, Renault e Williams. Mas é impossível esperar mais do que isso - lamenta.

fonte e créditos:globoesporte.com

2.12.2008

Para Kimi, Ferrari ainda precisa melhorar


Finlandês não fica impressionado com bom desempenho do time italiano na pré-temporada
Kimi Raikkonen, atual campeão do mundo, disse que a Ferrari ainda precisa melhorar muito antes do início da temporada. O finlandês não está impressionado com os ótimos tempos marcados durante os testes de inverno.
O F2008, carro da equipe italiana, estabeleceu o ritmo dos testes em todas as sessões das quais participou. Raikkonen voou no Bahrein e ficou dois segundos abaixo do tempo da pole do ano passado no mesmo circuito.
"Nosso foco agora é a aerodinâmica e vamos trabalhar muito em Barcelona"
Kimi Raikkonen

- Os testes foram bons, mas ainda tivemos alguns pequenos problemas com o F2008. Precisávamos conhecer melhor o carro e conseguimos. Foi um bom início para a Ferrari e já fizemos algumas evoluções. Mas ainda precisamos de confiabilidade - diz Raikkonen, em entrevista ao jornal italiano "Gazzetta dello Sport".
Para o finlandês, as novidades aerodinâmicas prometidas pela Ferrari serão uma boa evolução para o F2008. O próximo teste será decisivo para as intenções da equipe na temporada.
- Com as novas peças, o desempenho do carro vai melhorar. Nosso foco agora é a aerodinâmica e vamos trabalhar muito em Barcelona. Estaremos na pista com os nossos rivais e teremos uma base de comparação.

créditos:globoesporte.com

2.11.2008

Kimi terminou na ponta no balanço dos testes

Apesar de não ter sido o mais rápido no último dia de testes no Bahrein, Kimi Raikkonen foi o piloto que registrou a melhor marca nos seis dias em que a F-1 ensaiou na pista de Sakhir.

O tempo do finlandês registrado neste domingo (1min30s015) superou em 0s175 a marca do segundo melhor nesses período, o brasileiro Felipe Massa (1min30s190), que registrou seu tempo no mesmo dia.

O mesmo aconteceu com Jarno Trulli. O italiano registrou ontem a melhor marca da Toyota nos ensaios (1min30s944), ficando 0s929 atrás de Raikkonen, enquanto seu parceiro, o alemão Timo Glock, sobressaiu-se com o tempo registrado no último dia (1min31s209).

Encerrando o ranking geral dos seis dias de testes coletivos de Ferrari e Toyota em solo barenita apareceram o italiano Luca Badoer (1min32s230) e o japonês Kamui Kobayashi (1min32s265). Ambos treinaram na semana anterior em Sakhir.

créditos:warnup

Raikkonen e Ferrari bate recorde da pista no Bahrein

A Ferrari volta a mostrar que está um passo a frente de todas as equipes nesta pré-temporada da Fórmula 1. Apesar de estarem sem o controle de tração, por três vezes consecutivas, Felipe Massa e Kimi Raikkonen bateram o recorde da pista de Sakhir nos treinos deste domingo no Bahrein. Primeiro foi o brasileiro, que no início do treino fez 1m30s316, baixando quase 0,3s a marca obtida por Kimi Raikkonen na última quarta-feira. Massa voltou a baixar o tempo, fazendo 1m30s239, para então o finlandês voar e fazer um impressionante 1m30s015.

Entre um recorde e outro, porém, Massa voltou a ter problemas com o sistema hidráulico do seu F2008 durante o teste de simulação de um GP. O brasileiro parou nos boxes por 20 minutos para reparar um problema no circuito de resfriamento que fica no lado direito do motor. Provado que o sistema hidráulico do F2008 não é totalmente confiável, os engenheiros ferraristas começaram a trabalhar para fazer com que o equipamento resista aos 300km em média de uma prova de Fórmula 1.

Raikkonen também teve problema mecânico

Felipe Massa não foi o único a interromper os testes deste domino em Sakhir. Um vazamento de óleo obrigou Kimi Raikkonen a interromper sua parte dos testes, em que consistia no desenvolvimento do novo carro.

Quem também testou neste domingo foi a Toyota que, como Felipe Massa, aproveitou o dia para simular uma corrida. O TF108 voltou a mostrar que é um carro confiável, mas ainda assim ficou atrás da Ferrari. Jarno Trulli fez o terceiro melhor tempo, com 1m30s944, enquanto Timo Glock marcou 1m31s213.

créditos:globoesporte.com

2.09.2008

Kimi Raikkonen baixa em meio segundo seu melhor tempo no circuito de Sakhir

Com o céu sem nuvens, a Ferrari voltou ao circuito de Sakhir, no Bahrein, neste sábado, após dois dias de folga. E confirmando que está em um excelente momento, o atual campeão Kimi Raikkonen voou na pista, diminuindo em meio segundo a sua volta mais rápida durante a semana, fazendo 1m30s914.

O objetivo dos testes deste sábado foi encontrar a melhor configuração para o F2008, que vem impressionando nas pistas. Ao contrário de Kimi Raikkonen, Felipe Massa teve problemas com o seu Ferrari que, após 53 voltas, acusou falhas no comando hidráulico, obrigando a interrupção dos treinos, com o brasileiro tendo feito 1m31s174 como sua melhor volta. A Ferrari volta a Sakhir neste domingo para mais testes.
Toyota testa sistema de refrigeração

Quem também treinou em Sakhir neste sábado foi a Toyota. E o calor do Bahrein foi importante para a equipe testar o sistema de refrigeração do TF108. Pilotos titulares da equipe, Jarno Trulli e Timo Glock foram à pista e ainda analizaram algumas mudanças mecânicas e aerodinâmicas. Foram feitos também pit stops de teste.

De acordo a programação da equipe japonesa, o domingo será usado para a simulação de um Grand Prix. Mais uma vez, a Toyota não teve problemas mecânicos em seus carros, e Trulli fez o melhor tempo da equipe, com 1m32s382, com Glock marcando 1m32s762.

créditos:globoesporte.com

Raikkonen: 'O F2008 é fantástico'


Atual campeão mundial acredita que pode ser ainda mais rápido nos testes.

Até mesmo Fernando Alonso já se rendeu. Pelos primeiros testes apresentados este ano, a Ferrari vem rendendo acima dos seus adversários na Fórmula 1. E a contar pela satisfação de Kimi Raikkonen após os treinos da última semana no circuito de Shakir, no Bahrein, a equipe está no caminho certo rumo ao bicampeonato mundial de construtores e de pilotos.

- Este F2008 é fantástico. Não maltrata os pneus e, ainda assim, vai melhorar. Estamos muito consistentes, não só na configuração e na simulação de um GP, mas também na simulação de classificação - disse o atual campeão mundial, ao diário espanhol "Mundo Deportivo".

Finlandês mostra cautela ao comparar com as outras equipes

Apesar do bom momento, a Ferrari planeja novidades para os testes em Barcelona no fim de fevereiro, quando levará uma nova aerodinâmica. A expectativa é que o heptacampeão mundial Michael Schumacher apareça no circuito da Catalunha para dar sua primeira volta no carro nesta pré-temporada. Raikkonen acredita, porém, que ainda pode andar mais rápido nos testes e é prudente quanto à comparação com os adversários.

- Acredito que eu ainda possa andar mais rápido. Mas fiquei surpreso com as três jornadas de teste. A equipe trabalhou muito bem e o carro foi excelente. De qualquer maneira, enquanto não corrermos junto na Austrália, não teremos como dizer se estamos a frente ou não dos demais.

créditos:globoesporte.com

2.08.2008

Raikkonen e Ferrari voltam a treinar neste sábado no Barhein

Ferrari e Toyota retornam aos treinos de pré-temporada no circuito do Bahrein neste sábado (9), para o primeiro de três dias de ensaios. No começo da semana, ambas as equipes concluíram a primeira bateria de testes em Sakhir.

Kimi Raikkonen foi o mais rápido dos ensaios e chegou a baixar em dois segundos o tempo registrado por Felipe Massa no ano passado para o GP barenita.

Na terça-feira (12), McLaren, Renault, BMW, Red Bull, Toro Rosso, Force India, Williams e Honda iniciam a quarta sessão de testes coletivos do ano na Espanha. O circuito de Jerez de la Frontera recebe as equipes.

créditos:warnup

2.07.2008

Kimi se diz empolgado após testes no Bahrein




Finlandês conseguiu baixar tempo da pole-position de 2007 em dois segundos

Os resultados conquistados nos ensaios de pré-temporada deixaram Kimi Raikkonen animado. O atual campeão elogiou o comportamento da F2008, novo carro da Ferrari. "É fantástico", comentou o nórdico ao diário "La Gazzetta dello Sport". Raikkonen falou também que o novo bólido, mesmo sendo rápido desde o início dos trabalhos, pode render ainda mais. "Sei que posso melhorar, pois ele é excelente", argumentou. O piloto reconheceu também o bom trabalho feito na organização da escuderia italiana. "Progredimos de maneira ordenada, e isso é o que mais me satisfaz", explicou. Por fim, Kimi declarou que ainda não conhece o potencial dos adversários desta temporada.

créditos:Warnup

Raikkonen supera Massa no Bahrein



Kimi Raikkonen bateu outra vez o
recorde do circuito de Sakhir, no Bahrein

Atual campeão termina semana de testes mais de oito décimos à frente do brasileiro

Kimi Raikkonen, atual campeão do mundo, terminou os testes no Bahrein na frente. O piloto finlandês da Ferrari marcou o tempo de 1m30s455, um décimo mais rápido que na terça-feira e quase dois segundos melhor do que a pole position para a corrida de 2007.
O finlandês superou Felipe Massa, seu companheiro de equipe, por 0s893.

O brasileiro substituiu Luca Badoer, piloto de testes, e deu 72 voltas nesta quarta-feira. Ele teve problemas com o F2008 durante o dia, o que acarretou uma grande perda de tempo nos boxes.

A Toyota, outra equipe que testou no Bahrein, terminou a semana com Jarno Trulli e Kamui Kobayashi ao volante do TF108. Ambos trabalharam no acerto e no desenvolvimento do carro. As duas equipes permanecerão no Bahrein, onde outra sessão de três dias de testes começa no sábado.

créditos: globoesporte.com

2.06.2008

Kimi lidera e quebra recorde no Bahrein


Finlandês faz a volta mais rápida da pista, e deixa Toyota mais uma vez para trás

Kimi Raikkonen parece estar se adaptando muito bem ao novo F2008 da Ferrari. Além de liderar os testes desta terça-feira no Circuito de Sakhir, em Bahrein, o atual campeão mundial bateu o recorde da pista, que pertencia ao brasileiro Felipe Massa, em dois segundos, com um tempo de 1m30s595. Em uma simulação de GP, o finlandês aproveitou as boas condições de tempo e ficou 77 voltas na pista.

Raikkonen foi seguido pelo piloto de testes da escuderia italiana, Luca Badoer, que marcou 1m32s230, em 64 voltas. Mais uma vez, a Toyota apresentou problemas de adaptação e ficou para trás. Timo Glock foi o mais rápido da equipe, com 1m32s889.

Nesta terça-feira, o italiano Jarno Trulli substituiu o japonês Kamui Kobayashi, piloto de testes da equipe. O piloto, porém, não teve sorte. O câmbio de seu carro quebrou e ele passou boa parte do treino com o carro na garagem.

- Foi um dia difícil porque nós tivemos alguns problemas no carro. Então, infelizmente, eu passei algum tempo na garagem enquanto a equipe consertava o carro. Mas isso é parte do teste – afirma Trulli.

Apesar de decepcionado, o piloto italiano espera que a equipe possa ter melhor desempenho nos próximos dias de testes.

- Obviamente isto não foi o ideal, mas nós teremos mais alguns dias por aqui e vamos trabalhar para entender melhor o balanço e o comportamento do carro. Neste momento, ainda estamos nos primeiros estágios da nossa preparação – diz o piloto.

Os treinos continuam nesta quarta-feira. Na Toyota, o japonês Kamui Kobayashi volta à pista, substituindo Timo Glock.

créditos:globoesporte.com

2.04.2008

Raikkonen lidera testes em Bahrein


Ferrari e Toyota começam testes no Circuito de Sakhir, e finlandês é o mais rápido

finlandês Kimi Raikkonen liderou o primeiro dia de testes da Ferrari e da Toyota no circuito de Sakhir, em Bahrein. O atual campeão marcou o tempo mais rápido do dia, com 1m32s079. O brasileiro Felipe Massa não foi pra pista nesta segunda-feira, e foi substituído pelo piloto de testes da equipe, o italiano Luca Badoer. Timo Glock e o piloto de testes Kamui Kobayashi também andaram com o novo carro da escuderia japonesa, o TF108.

As duas equipes trocaram os testes realizados em Barcelona por duas sessões em Bahrein. Nesta semana, os pilotos testam seus carros até quarta-feira, e voltam às pistas de domingo até terça da próxima semana.

Glock, que terminou o dia menos de um décimo atrás de Badoer, com 1m33s323, ficou satisfeito com os testes.
- Eu tive um excelente dia e nós tivemos um trabalho muito produtivo. Pela manhã, tinha muita areia na pista, e nós fomos ficando mais rápido conforme a lista ficava mais limpa - afirma.

O piloto espera que as condições sejam melhores no treino desta terça-feira.

- Foi difícil ter uma volta consistente, mas até o final do dia, as condições foram melhorando. Foi uma ótima sessão e foi importante fazer algumas mudanças mecânicas no carro. Eu espero que amanhã (quarta) vente menos e nós possamos continuar o trabalho - diz.

fonte e créditos:globoesporte.com